Pausa na programação: notícias do recomeço

by 6:49 AM 0 comments


Muitas pessoas nos perguntam sobre as possibilidades de trabalho em sua área no Canadá. O recomeço por aqui nem sempre é fácil... a "experiência canadense" é um obstáculo, é preciso passar por todo um processo de adaptação e integração e nessa hora a CALMA e a PACIÊNCIA são fundamentais. Mas a vida segue, como este blog/canal sempre reconheceu. Sem vídeo por hoje, vou postar aqui este texto que publiquei inicialmente no meu Facebook pessoal. Ele trata exatamente sobre isso, comparando minhas experiências no Brasil com a que estou vivendo aqui.

Vivi no Rio por 6 anos e meio. Uma das razões da minha ida foi a sensação de esgotamento em Belo Horizonte, onde as “panelas de músicos”, a cultura local que não trata a música como uma profissão digna e a pouca diversificação musical me desanimaram.
Pensei que chegando à capital cultural do Brasil viriam mais e melhores oportunidades. Mas me iludi: no Rio, simplesmente não consegui nenhum trabalho remunerado como músico ou produtor. Procurei bastante mas só fui chamado para trabalhos “voluntários” - alguns interessantes, que me satisfizeram bastante, mas não é só de satisfação que vive o homem -. Lá, encontrei portas fechadas, panelinhas bem piores que as de BH, cartas marcadas, prevalência do glamour sobre a competência, muita falsidade e muita competição predatória. O que me salvou foi a carreira acadêmica e o trabalho como educador, mas mesmo assim o que eu fazia era “quase” sobreviver (por aparelhos). Até porque a realidade do mercado significava trabalhos esporádicos. Sem falar que o prazo da carreira acadêmica pode ser limitado para os que não conseguem passar pelo funil da Concursolândia, que não está aberto para todos os doutores… afinal de contas, os processos seletivos dependem muito do que os programas de graduação e pesquisa pedem. Não se leva muito em conta o histórico de trabalho do acadêmico ou o que os alunos esperam e desejam.
Gosto muito da carreira acadêmica e da vida de educador, mas em primeiro lugar sou músico.
Motivação em baixa.
E foi por isso que um dia decidi deixar o Brasil e fiz as malas. Estudei muito, trabalhei duro e me preparei para desempenhar uma atividade enfrentando muitos obstáculos, a começar pela oposição dos meus pais (que, por exemplo, nunca foram me ver tocar quando me apresentei em algum lugar). E acredito que mereço um retorno por tudo isso… e o mundo ao meu redor merece usufruir do meu trabalho de alguma forma. Seja como entretenimento para alguém que procura desanuviar a cabeça e ouvir um pouco de música. Como não estava fácil encontrar quem quisesse os meus serviços e se dispusesse a pagar por eles, eu vim para o Canadá sacudindo a poeira da minha vida e estou começando de novo.
Estou aqui há quatro meses… e já tenho minha primeira apresentação marcada! Serei remunerado por ela! Em breve divulgarei-a e passarei os detalhes… mas mesmo que eu enfrente dificuldades pelo caminho, mesmo que aqui não seja o paraíso em terra (e não é), e independentemente de onde a vida vai me levar… pelo menos estou tendo uma chance de recomeçar. E isso me faz muito bem, porque vejo que todo o meu esforço de uma vida pode valer, sim, a pena. Que posso encontrar motivação para trabalhar e viver.
Mesmo sabendo que o Brasil, na verdade, não me quis…

Vida Que Segue - Canada

Developer

Gratidão por sua visita! aqui você sempre será muito benvindo(a)!

0 comments:

Post a Comment