Procurando por um novo banco no Canadá: as opções!

by 8:48 AM 0 comments


Ao tomar a decisão de partir do HSBC e procurar um novo banco no Canadá, resolvi considerar as instituições mais adequadas para o dia-a-dia daqui. Como o Transferwise surgiu como uma excelente opção para as transferências monetárias internacionais e pode ser direcionado para qualquer banco, concentrei-me nas minhas necessidades daqui.

Dessa forma, fiz uma lista de bancos para sondar. Pela ordem:


Inicialmente, fiz uma pesquisa sobre o que cada um poderia me oferecer nos respectivos websites e em páginas como a No Fee Banking Canada. Eu desejava basicamente: uma conta conjunta para mim e para a Thaisa onde fôssemos isentos de tarifas bancárias e onde tivéssemos acesso a cartões de crédito onde fôssemos isentos de anuidade e tivéssemos um limite razoável para continuar melhorando nosso credit score. Eu não estava pensando em investimentos.

Após fazer essa pesquisa nos websites e ver que nem sempre os bancos oferecem informações compreensivas resumindo o que oferecem aos clientes, telefonei para os customer services. Seria a segunda etapa; a terceira me levaria a visitar agências e dependendo do que encontrasse já abriria uma conta no banco escolhido. Nessa etapa o Scotiabank acabou sendo excluído, pois embora suas opções de conta sejam boas não oferece nenhum cartão de crédito com anuidade zero. 

O RBC sempre ficou guardado como a última escolha ou o último da fila. Isso porque seu sistema para isenção de taxas não é muito simples de entender. Em princípio, o banco vai te isentar de taxas através de um mecanismo de cash back onde você precisa ter um cartão de crédito ativo e um investimento. Para o banco, eu já não me qualificaria como newcomer. So... well... that's too complicated for me.

Já o TD se apresentou num primeiro momento como uma opção muito interessante com seu all-inclusive plan. Bastando que o cliente mantenha um balanço de "x" dólares, o banco oferece todas as suas possibilidades sem tarifas: cheques, transferências monetárias Interac, anuidade zero em cinco cartões de crédito à sua escolha, tarifa zero para retirar dinheiro em qualquer caixa eletrônico de qualquer banco em qualquer lugar da América do Norte... Fiquei entusiasmado conversando com o atendente pelo telefone e rumei para a agência. Chegando lá, a primeira impressão foi negativa: tive diante de mim uma "agência bancária brasileira" bem feinha e com uma fila bem grande para os caixas... E fiquei perdido na agência sem saber para onde ir ou com quem falar... demorou um bocado até que alguém me atendesse. Para piorar, aqui não é possível simplesmente entrar numa agência e sair com uma conta aberta. Book an appointment, book an appointment... marquei para dali a dois dias e fui com a Thaisa. 

Ao me encontrar com a gerente, uma imigrante muçulmana, começou a série só que não... As informações sobre a conta procediam, mas tivemos um entrave na questão cartões de crédito. Ela criou mil obstáculos para que tivéssemos acesso a eles dizendo que não tínhamos histórico de crédito (mas tínhamos já...), e que se conseguíssemos um cartão o limite seria pequeno... Parece que ela tinha uma bola de cristal. Resultado? O banco perdeu o cliente naquele momento. A moça não procurou fazer nada para facilitar nossa vida ali. Pelo contrário, só criou dificuldades. 

Nesse momento percebi que a nossa transição do HSBC para um novo banco deveria ser gradual, porque não tem jeito. Os bancos daqui não se importam com o quanto de dinheiro você está trazendo ou com o seu histórico antes de imigrar. O que conta é seu histórico de crédito canadense... e se você está trabalhando no Canadá. Ou seja, pura experiência bancária canadense. E agora que o HSBC se mostrou uma andorinha que não faz verão e não há mais a possibilidade de considerar seu histórico no banco brazuca, os novos imigrantes de classe média e classe média alta precisam ficar muito atentos com a gastança e as compras no começo. 

Saímos da agência TD e, enfrentando o frio de -15 graus, rumamos para a próxima opção da lista: o CIBC, que tem uma agência na mesma rua. Ali o que pude fazer foi simplesmente book an appointment para após o Ano Novo. OK, OK... mas no dia marcado o atendimento da gerente que nos recebeu foi excelente! Nos ofereceu uma conta all-inclusive bastando que mantenhamos "x-2" dólares por ali... mas com um ano inteiro de isenção de qualquer tarifa porque ainda somos considerados newcomers perante o banco. Aí entrou no sistema e verificou nosso credit score:

- "Seu histórico de crédito é fantástico para alguém que está aqui há menos de dois anos. Não seria suficiente ainda para obter um financiamento de casa própria nas melhores condições, mas o sistema já lhe concedeu um limite automático para cartões de crédito. Vocês poderão tê-los desde já!"

E escolhemos as opções que não têm anuidade. O limite não é tão grande como o que hoje temos no HSBC, mas como nossa migração será gradual, esperamos aumentá-lo.

Saímos da agência já como clientes CIBC e muito satisfeitos com esse primeiro contato com Megan, nossa gerente. Agora é transferir nossas obrigações e nosso dinheiro para o banco, pouco a pouco. O pagamento que receberei pelo co-op a partir da próxima semana já irá para o CIBC.

E muito bem... antes que surja qualquer polêmica desnecessária e só tomando cuidado mesmo para ser bem claro, eu não estou aqui para recomendar um banco para você. Somente para relatar nossa experiência pessoal, esperando que ela sirva para lhe ajudar com informações. Mas a sua experiência será sua, e poderá ser bem diferente da nossa. Mas se disso tudo existe um conselho que eu possa dar a você que vem chegando em casal, é:

- Abram contas conjuntas! Isso porque se um dos cônjuges ainda não domina bem a língua, ou não trabalha, ou então decide estudar, ele beneficia-se da renda ou da atividade bancária do outro para fazer crescer seu histórico de crédito. Como nossas contas aqui são conjuntas, a Thaisa tem um bom credit score... fica a dica...


Vida Que Segue - Canada

Developer

Gratidão por sua visita! aqui você sempre será muito benvindo(a)!

0 comments:

Post a Comment