Sugar Relationships

by 10:36 AM 0 comments



Aqui no Canadá - em Ottawa, pelo menos - não é muito comum ver mulheres de 20 e poucos anos se relacionando com homens mais maduros. Vindo de um país onde isso é natural e os homens mais maduros são até bastante desejados, vejo isso com estranheza. Tentei indagar algumas mulheres canadenses mais jovens sobre isso e elas chegaram a responder que "uma menina de 20 anos com um cara de 40 é quase um estupro"... Na minha opinião isso cheira a preconceito puro, porque a idade pode ser apenas um número na vida da pessoa e não é crime se relacionar com alguém bem mais jovem, desde que seja maior de idade. Aqui no Canadá, 18 anos.

Porém, existe um tipo de relacionamento por aqui que envolve pessoas maduras e pessoas jovens. São os chamados sugar relationships ou sugaring, onde uma das partes é um homem ou uma mulher madur@, bem-sucedid@ profissionalmente e principalmente com uma considerável conta bancária. Do outro lado temos alguém jovem (muitas vezes estudante universitári@), que recebe dinheiro ou presentes para estar nesse relacionamento. Em alguns casos, sugar babies recebem mesadas polpudinhas ("allowances") dos sugar daddies ou das sugar mommas. De acordo com a Canadian Broadcasting Company, a média está em 4200 dólares por mês!

Estatisticamente, predominam nesse universo os homens maduros (sugar daddies) e as mulheres jovens (sugar babies). Na média, os sugar daddies têm 45 anos de idade (34% deles são casados) e as sugar babies têm 26 anos. 40% delas são estudantes universitárias buscando uma forma de pagar as tuition fees. Há uma grande reclamação por parte dessas jovens de que não têm dinheiro, de que estão apertadas financeiramente e por isso vão atrás dessa "forma" de pagar suas dívidas e financiar seus estudos.

Ottawa, sede do governo federal, é uma das cidades com maior incidência desse tipo de relacionamento no Canadá. Perde apenas para Calgary. Ah, e você vai me perguntar onde eu obtive esses dados, certo? Eles estão aqui e foram fornecidos à CBC por um dos sites mais populares entre os que buscam sugar relationships: o SeekingArrangement.com. Esse site pelo visto arrepiaria os pêlos de quem é feminista, porque desde o início já escancara que é para sugar daddies e para sugar babies do sexo feminino. Os benefícios desse tipo de relacionamento, ainda segundo o site, seriam:

Para os sugar daddies: haveria 4 sugar babies para cada sugar daddy registrado no site; possibilidade de um relacionamento ideal com alguém que corresponderia exatamente aos seus desejos; relacionamento sem compromisso de fidelidade.

Para as sugar babies: estabilidade financeira; ser mimada com jantares caros, presentes e viagens; possibilidade de se relacionar com homens experientes e capazes de contribuir para seu crescimento pessoal.

Nem sempre há sexo envolvido nesse tipo de relacionamento. Muitas vezes, os sugar daddies querem apenas companhia... ter alguém com quem se divertir, com quem sair... Mas tenho a impressão de que na maioria das vezes há sexo, sim... E nem sempre a experiência é boa para as sugar babies. Há um preço a se pagar para viver nesse mundo...

E você quer saber o que eu penso? Todos são livres para fazer o que bem entenderem, eu respeito quem busca esse caminho... mas penso que esse tipo de relacionamento, com ou sem sexo, é sim prostituição! Se formos atrás da definição desse termo no dicionário, encontraremos um outro significado:

- "To devote to corrupt or unworthy purposes - Merriam Webster's
- "Colocar interesses materiais à frente de princípios ou ideias" - Priberam

Será mesmo impossível uma mulher com seus 26 anos AMAR um homem de 50? Ou que seja lhe dar sua AMIZADE, se não houver romance ou sexo envolvido nisso? É realmente necessário haver dinheiro no meio? E para quem tem dinheiro e deseja ajudar outra pessoa não bastaria ser algo como um investidor sem estabelecer uma relação que aparentemente é afetiva, mas onde o dinheiro é a peça fundamental?

Qual é o preço que essas moças pagam? Será que algumas delas não perdem suas famílias, seus amigos - por não concordarem com esse modo de vida - e a oportunidade de amar alguém e construir alguma coisa baseada nisso?

Fico pensando o que seria de mim hoje, aqui no Canadá, se uma nave espacial viesse e abduzisse a Thaisa. Ou se eu não a tivesse encontrado pelo caminho e chegasse aqui sozinho, por qualquer razão, mas querendo encontrar uma companheira e ter filhos. Estou com 43 anos, quase 44. E se surgisse alguém com seus 28 anos? Essa pessoa me descartaria simplesmente e somente pela idade? Ou então olharia para mim pensando apenas em dinheiro? Sinceramente, eu odiaria viver essa situação.

É duro dizer isso, mas sempre que vejo alguma menina bonita passando por mim - aqui é fácil, elas estão em cada esquina - às vezes a enxergo como um monstro em potencial... pronto para ferir homens mais velhos que eventualmente se apaixonarem por ela simplesmente por ser "velho".

A sociedade canadense precisa evoluir nesse ponto. No Brasil, apesar de todos os interesses que podem estar embutidos, essa situação é mais aceitável. Eu mesmo sou 13 anos mais velho do que a Thaisa.

Para quem está no Canadá, recomendo ver este documentário que está sendo transmitido pela CBC. Foi feito por uma moça que resolveu partir para esse caminho para ganhar dinheiro, mesmo tendo uma companheira. As duas irmãs mais jovens dela também tentaram e no final todas desistiram. Para quem está no Brasil, espero que logo esse documentário vá para o YouTube.



Vida Que Segue - Canada

Developer

Gratidão por sua visita! aqui você sempre será muito benvindo(a)!

0 comments:

Post a Comment